domingo, 5 de julho de 2015

Hello from Ljubljana!

Olá pessoal, muita coisa mudou desde meu último post, incluindo minha localização. Recentemente (há 2 dias atrás) me mudei para Ljubljana na Eslovênia e como muita gente que eu conheço eu não sabia muito sobre o lugar e nem tinha visitado antes de mudar... Parece meio estranho se mudar para um lugar que você nunca foi, sem que seja para um intercâmbio, mas como deu certo em Malta, pensei: "Por que, não?".

Na verdade quem teve a idéia (e incrivelmente conseguiu me convencer) foi o meu namorado. Ele já havia escutado coisas ótimas sobre Ljubljana e tinha ficado bastante animado com a idéia, além de já estar um pouco cansado do calor de Malta (foram 2 verões e meio, né?) e a Eslovênia ser um país muito bom para o tipo de trabalho que ele faz por causa de taxas... De qualquer forma, acabamos concordando e em menos de 2 meses depois, cá estou!

Como acabei de chegar em Ljubljana, tudo é novidade e não tenho muitas dicas para dar até porque ainda não fiz quase nada pela cidade. Porém, acho que vai ser legal, tipo toda semana fazer um post sobre o que estou achando do lugar e minhas descobertas por aqui...

Primeiro de tudo vou contar sobre a minha viagem para chegar em Ljubljana, que foi muito longa por sinal e com muitas coisas dando um pouco errado, mas como não perdi o transfer e o aeroporto não perdeu minhas malas, acho que essa história começa de um jeito positivo, né? Foi mais ou menos assim:

Ao decidir vir para a Eslovênia, comecei a pesquisar os preços de passagens. Todos que moram ou já visitaram a Europa, conhecem as companhias de baixo custo que sempre tem super promoções para vários lugares ao redor do continente. Com isso mas descontos de passagens de ônibus que encontramos freqÜentemente, acabamos ficando um pouco mimados em relação a preços.

 Depois de muita busca, descobri 3 coisas importantes para quem está pensando em vir À Ljubljana de avião - 1) Apesar de ser a capital, o país em geral é pequeno e não tem tantos vôos com as companhias de baixo custo.

2) Realmente, ou você compra 2 vôos em companhias de baixo custo para chegar em Ljubljana ou paga o preço salgado para voar com uma companhia normal  e muitas vezes terá de fazer uma escala muito louca - ex: Quando estava procurando de Malta, a passagem muito barata era pela Turkish Airways, o que está Ok. O problema era que a conexão era em Istambul!!!! Para as pessoas que faltaram as aulas de geografia, dêem uma olhada no mapa abaixo:




3) Podem não ter muitos vôos baratos pra lá, mas tem  vários para lugares na Itália, que vamos combinar, é vizinha da Eslovênia então fica pertinho né?

Acabei decidindo voar para a Itália e pegar um transfer de lá. Escolhi voar com a Easyjet, mesmo que eles só fossem para o aeroporto de Milão, que fica quase o dobro da distancia de Ljubljana, comparado com Veneza que é aonde a ryanair voa por causa das malas. A ryanair recentemente aumentou o preço das malas de carga, agora dando um total de 60 euros para você levar 1 mala de 15kg e 1 mala de 20 kg. Com a easyjet, pude comprar 3 malas de 20kg, pagando apenas 21 euros por mala, ou seja praticamente o mesmo que pagaria com a ryanair e pude levar quase o dobro do peso. (Não me julgem, estava me mudando)

  
De Milão, marquei um transfer com a companhia GoOpti (https://www.goopti.com/). Eles fazem shared transfers e funcionam mais ou menos assim:

No site você pode escolher aonde quer que eles te busquem e local para o drop-off, ex: estação central de Ljubljana. Eles fazem transfer entre Alemanha, Áustria, Itália, Eslovênia, Eslováquia, Hungria, Croácia e Sérbia. Você então colocará a hora que você vai chegar no local, tipo hora que seu vôo chega e eles vão te dar várias estimativas com preços diferentes que você pode escolher, tipo um preço para eles te buscarem entre 1h e 4h da tarde, um preço diferente se a estimativa for menor ou dependendo do horário.

1 dia antes do transfer te buscar, eles vão então te enviar um email e uma mensagem de telefone com o horário exato do pick-up e também com o lugar certinho para você esperar, tipo saída 10 do aeroporto no terminal tal... Assim fica fácil para você e o motorista. Você também terá um número de emergência para falar com eles se o motorista não tiver lá e o nome e número do motorista caso precise falar com ele e vice-versa. Na mensagem você também receberá o nome do motorista e a placa do carro que vai te buscar, bem profissional!

Como meu vôo para Milão era a noite e o transfer às 6:30 da manhã, tive que esperar por umas horas no aeroporto com as minhas 3 malonas, o que me salvou foram os carrinhos do aeroporto. Também ajudou o fato das máquinas estarem desligas e eu não ter que pagar por eles :) #aupair4ever

O moço chegou na hora e apesar de não falar muito inglês ele foi bem simpático e comigo e o outro cara que estava indo no transfer comigo. Depois de conversar com meu companheiro de viagem, descobri que ele era Português e estávamos gastando nosso inglês a toa!

Eu imaginei que levariam mais ou menos 6 horas/6 horas e meia até chegar em Ljubljana, pois o google maps me deu esperança de serem, direto, um pouco menos de 5 horas e como só tinham 2 pessoas no transfer para 8, imaginei que ele pegaria mais gente no caminho.

Tudo ia bem até Veneza. O motorista tinha parado em um restaurante de estrada pra gente ir ao banheiro e comer alguma coisa e continuamos dirigindo até o aeroporto de Veneza para pegar o resto do povo.

O problema é que quando eles parou no lugar combinado, não tinha ninguém lá!1 Ele tentou ligar para as pessoas que iam conosco mas não atenderam... Saímos do aeroporto e paramos ali perto para que ele conseguisse falar com o pessoal. Depois disso voltamos pro aeroporto com mais 2 pessoas no carro e pensei, ok agora vamos, né? Mas nãããão, ele parou de novo no mesmo lugar de antes e ligou para outra pessoa. Depois de 10 minutos, voltamos ao estacionamento do aeroporto e buscamos mais 1 mulher. Eu estava pronta para seguir viagem quando, estranhamente voltamos ao mesmo lugar e ele parou o carro de novo. Ele então ligou para mais gente e foi lá no aeroporto andando  enquanto a gente esperava.

O problema era que, estávamos super cansados de não dormir e estava um calor de louco em Veneza (pra quem não saber está fazendo um calor absurdo esta semana em vários lugares da Europa). Tempo depois ele voltou com mais 3 pessoas e só aí me dei conta que desde que chegamos no aeroporto a primeira vez, já havia se passado 1 hora! - Agora, o motorista foi super legal e eu entendo que não era culpa dele o pessoal atrasar e não esperar no local combinado na hora combinada, mas isso foi super frustrante e eu só queria chegar em Ljubljana o mais rápido possível para tomar banho, comer e dormir!.

Após esse "contratempo", seguimos adiante e só paramos 1 vez para deixar um povo do transfer que estavam indo para o mesmo lugar. Dormi, acordei, dormi de novo e ainda nada de Ljubljana... Naquele ponto eu tava achando que se tivesse ido de bike já tinha chegado lá! Quando estávamos chegando em Ljubljana, eu estava super feliz e para minha surpresa/frustação, descobrimos que estava tendo uma maratona de ciclistas no meio da cidade e muitas ruas estvam fechadas. Basicamente, não há pontes e estavamos na parte errada da cidade com a maioria das ruas fechadas!

*Um comentário pessoal: Sou super a favor do pessoal ser saudável e fazer maratonas para ajudar causas e talz, mas o que eu não entendo é: POR QUE FAZER UMA NO MEIO DE UMA CIDADE E FECHAR A CIDADE TODA PARA O PESSOAL DAR VOLTAS DE BIKE?!? Tipo, por que não fazer uma maratona fora da cidade em um lugar mais pacato? Correr/pedalar na roça ninguém quer, né?

Graças à esta atividade, tivemos que sair da cidade e ir para a estrada de novo para tentar entrar pelo outro lado. Quando chegamos a estação eu tava já quase chorando de alegria, sério, acho que nunca fiquei tão feliz de ver uma estação de trem quanto essa, na minha vida inteira!!!

Meu landlord foi muito legal e me buscou na estação, senão eu estaria ferrada com todas as minhas malas.

 Chegando no apartamento, fiquei ainda mais feliz pois era tudo que eu imaginava e ai fomos dar uma volta na vizinhança para ele me mostrar o que tem por aqui e como tudo funciona e talz. Tem um mini centro aqui embaixo do lado do bloco de prédios e tem 2 supermercados, 1 loja tipo a etos na holanda, uma outra que vende de td um pouco, cafés e mt mais, super conveniente pois não tinham nem copos, pratos nem panelas aqui em casa!

Como ainda estou sem panelas, brinquei com a minha mãe que estou fazendo a dieta da panela: Só como em casa coisas que não precisam cozinhar como salada, yougurt, pão, frutas e por aí vai!

Uma coisa que notei por aqui e que muita gente usa bicicleta e tem muito verde, natureza pra tudo que é lado.. árvores, parques... Bem Holanda !

Hoje fica por isso, no próximo post já devo ter mais o que falar para vocês e como teaser, digo desde já, máquinas de self check-out no supermercado não gostam de mim e o sentimento é recíproco!

Bom resto de final de semana, beijos desde Ljubljana!

Um comentário:

  1. Já sabe falar o nome da cidade? Até agora tô tentando..

    ResponderExcluir